terça-feira, novembro 24, 2020
Início ARTE E CULTURA Skank: Dialogando com o modelo atual da indústria sem esquecer o passado

Skank: Dialogando com o modelo atual da indústria sem esquecer o passado

Atravessar quase três décadas de carreira lotando shows tem sido um triunfo para grupos de pop rock atualmente no Brasil. Um dos medalhões do estilo, a banda Skank, formada no ano de 1991 em Belo Horizonte, enfrentou a mudança do tempo com adaptações, mas sem esquecer as fórmulas do passado. O quarteto formado por Samuel Rosa (guitarra e voz), Henrique Portugal (teclados), Lelo Zaneti (baixo) e Haroldo Ferretti (bateria),  está em turnê com o projeto “Os três primeiros”, ao vivo. Além da turnê, o projeto lançou um CD e DVD ao vivo, gravados em novembro no Circo Voador, no Rio de Janeiro. De acordo com o grupo, o novo trabalho recupera o repertório dos álbuns “Skank” (1992), “Calango” (1994) e “O samba Poconé” (1996).

Em entrevista à equipe Cidades de Minas, o vocalista Samuel Rosa, que tem 53 anos de idade e 28 de Skank, destacou que um dos grandes motivos para a banda seguir na estrada é o diálogo com os novos modelos da indústria fonográfica, como as plataformas de streaming. Mas sem perder a essência do passado.

“O Skank pegou o modelo clássico da indústria fonográfica, com venda de discos, CD’s, fita K7, até o modelo atual, das plataformas de streaming. Percorremos o Brasil todo, em mais de 20 anos sempre buscando dialogar com os códigos vigentes de cada época. Buscamos interagir com o modelo atual, mas sem esquecer o passado. O disco físico, por exemplo, continuamos lançando até hoje. Por essa e outras coisas o Skank ainda está vivo e ativo”, destacou o vocalista.

Sucesso Nacional

Para os fãs do Skank, os três primeiros discos da banda são recheados de boas canções, mas que ficaram ofuscados devido ao grande sucesso “Garota Nacional”, lançado em “O samba Poconé”. A música é lembrada até hoje como um dos maiores hits do pop rock brasileiro. Apesar disso, a banda vê que o projeto “Os Três Primeiros” é uma oportunidade de resgate de canções mais antigas para atingir tanto o público saudosista quanto as novas gerações.

“Muitas de nossas músicas marcaram a vida das pessoas e a nossa trajetória. Eu acho que para uma banda como o Skank, esse projeto se tornou um privilégio, poder revisitar a nossa história que faz parte da vida de tantas pessoas. Assim, resgatamos nosso começo da carreira, e atendemos tanto os fãs e saudosistas e ao mesmo tempo podemos mostrar nossa obra para as gerações mais recentes, que não escutaram muitas músicas”, enfatizou Samuel.

Influências musicais

Henrique-portugal-tecladista

O tecladista Henrique Portugal relembrou que um dos motivos para o nascimento da banda baseou-se em um interesse em comum dos músicos: transportar o clima do dancehall jamaicano para a tradição pop brasileira. Por isso, buscaram influências de diversos grupos jamaicanos. Curiosamente, anos depois, surgiu um estilo derivado do reggae, o reggaeton, que tem suas raízes na música latina e faz grande sucesso nas rádios brasileiras. Para a banda, isso é sinônimo de que apesar da evolução no mercado musical, as principais influências que motivaram o Skank seguem fortes. Portugal avalia que isso é um fator natural e positivo no mundo da música, pois pode-se descobrir novos horizontes, mas sempre com a influência musical raiz.

“Esse é o chamado garimpo, como fizemos em lojas de disco com álbuns de fora. Assim que descobrimos o dancehall. Tudo na música volta, é um ciclo, mas com elementos diferentes. A origem é a mesma, mas se faz novas leituras. E para gente esta sendo muito legal tocar as músicas desses primeiros álbuns, mas mostrando para novos públicos”,concluiu o tecladista.

Jéssica Alves

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Pesquisa aponta Fernando Rolla com 44,05% em S. D. do Prata

A pesquisa de intenção de voto estimulado, em São Domingos do Prata, aponta liderança de Fernando Rolla...

PESQUISA MOSTRA LIDERANÇA ABSOLUTA DE PALITÓ EM SANTA MARIA DO SUAÇUÍ

Pesquisa realizada pelo Instituto Multidados Pesquisa Profissional Avançada de Belo Horizonte apresenta o prefeito Palitó (MDB) liderando com folga as intenções de...

Santana do Paraíso: Dr. Bruno lidera intenção de voto para prefeito com 28,9%

A pesquisa de intenções de voto estimulado, realizada pela Scisco Pesquisa de Opinião e Mercado, em Santana do Paraíso, mostrou o delegado...

Dr. Juliano tem mais uma vitória na Justiça e é confirmado candidato a prefeito de Ipatinga

O médico Dr. Juliano , 14, obteve a vitória na Justiça Eleitoral e foi confirmado na tarde desta segunda-feira, 19,  como candidato...

Recent Comments

Alexander on Dança de corpo e alma
Alexander on Dança de corpo e alma